Patricia Helena Lucas Pranke

É graduada em Farmácia e Bioquímica, com ênfase em Análises Clínicas, pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Rio Grande do Sul. Tem mestrado em Ciências Médicas, na área de Biologia Molecular, pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e doutorado em Genética e Biologia Molecular pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) – o qual foi realizado parcialmente no Laboratório de Células-tronco do New York Blood Center*, nos Estados Unidos. Concluiu o pós-doutorado pela Universidade de Marburgo, na Alemanha, sobre técnicas de nanotecnologia para engenharia de tecidos e medicina regenerativa com o uso de células-tronco. Atualmente, é professora associada da disciplina de Hematologia e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas da UFRGS, além de chefe do Laboratório de Hematologia e Células-tronco da universidade. É também fundadora e presidente do conselho do Instituto de Pesquisa com Células-tronco (IPCT) do RS. Atua principalmente nas áreas de células-tronco pluripotentes e adultas, hematologia, nanotecnologia, medicina regenerativa e engenharia de tecidos e órgãos artificiais. Colabora na edição da revista científica “Stem Cells International” e na revisão dos periódicos “Plos One”, “Journal of Translational Medicine”, “Stem Cell Reviews and Reports”, “European Neurology”, “BioMedical Engineering Online” e “Journal of Biomaterials Applications”. Recebeu do governo gaúcho, em 2005, o Prêmio Faders de Responsabilidade Social pelo trabalho que resultou na aprovação da lei que permite o uso de células-tronco embrionárias humanas no Brasil.

Não há perguntas respondidas recentemente relacionadas a este conselheiro(a).

Não há Estudos e Artigos relacionados a este conselheiro(a).