Como microrganismos melhorados geneticamente podem favorecer indústrias como a de produtos de limpeza e a têxtil?

/Como microrganismos melhorados geneticamente podem favorecer indústrias como a de produtos de limpeza e a têxtil?

Médico veterinário, pós-doutor em Genética Molecular de Microrganismos e professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Como microrganismos melhorados geneticamente podem favorecer indústrias como a de produtos de limpeza e a têxtil?

Além de microrganismos serem melhorados geneticamente para a produção de alimentos e remédios, projetos e pesquisas recentes buscam favorecer outros setores da indústria, como o de papel, mineração, têxtil, químico, petrolífero e ambiental. Muitas vezes não sabemos, mas convivemos diariamente com inúmeros produtos (como roupas e itens de limpeza) derivados da aplicação de microrganismos transgênicos. No sabão em pó, por exemplo, enzimas geradas por bactérias geneticamente modificadas (GM) são usadas para degradar a gordura dos tecidos e resistir às condições de lavagem. Graças à biotecnologia, também foram desenvolvidos microrganismos transgênicos capazes de dar ao jeans as mesmas características que antes só eram proporcionadas por um sistema químico, altamente poluidor do meio ambiente. Há alguns anos, era comum colocar calças jeans novas em máquinas, junto com pedras e ácido, para obter um efeito “desbotado” e aumentar a maciez do tecido, em um processo chamado “stonewashing”. Hoje, os organismos GM substituem essa técnica.

Por: Vasco Ariston de Carvalho Azevedo em 21-10-2016 | Categorias: Impactos Socioeconômicos|Marcadores: , ,