De que forma a biotecnologia ajuda na produção agrícola brasileira?

/De que forma a biotecnologia ajuda na produção agrícola brasileira?

Médico veterinário, pós-doutor em Genética Molecular de Microrganismos e professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

De que forma a biotecnologia ajuda na produção agrícola brasileira?

Um importante efeito da biotecnologia é a possibilidade de aumento na produção de alimentos, o que traz bons resultados para a economia em geral. No caso do Brasil, isso ocorre porque a agricultura tem reflexo sobre vários outros setores, já que os negócios relacionados ao setor, incluindo a indústria alimentícia, respondem por cerca de 40% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Apesar disso, mesmo sendo um dos principais produtores agrícolas do mundo, o Brasil ainda importa alguns gêneros alimentícios. Com o aumento da produtividade local, seria possível reduzir as importações. E o uso da biotecnologia pode contribuir justamente para o aumento da produção. Características como a tolerância a herbicidas e resistência a insetos evitam perdas e podem reduzir custos para o agricultor – o que, consequentemente, gera benefícios e melhores preços para toda a cadeia produtiva. Além disso, o uso associado de sementes transgênicas com tecnologias modernas (como o plantio direto, que evita a erosão) permite uma utilização mais eficiente do solo. Outro reflexo são as novas possibilidades que a biotecnologia oferece, a exemplo de alimentos com qualidades nutricionais melhoradas e plantas que produzem compostos medicinais ou capazes de substituir processos industriais.

Por: Vasco Ariston de Carvalho Azevedo em 21-10-2016 | Categorias: Impactos Socioeconômicos|Marcadores: , ,