O que as instituições brasileiras pesquisam?

/O que as instituições brasileiras pesquisam?

Farmacêutico, livre-docente em Química, Bioquímica e Biologia Molecular de Alimentos. Atua como professor associado da Univ. de São Paulo (USP).

O que as instituições brasileiras pesquisam?

Há diversas pesquisas em andamento no país. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por exemplo, tem desenvolvido inúmeras variedades de organismos geneticamente modificados (OGM) em seus estudos. Entre eles, estão uma soja resistente à seca, uma soja que produz compostos medicinais e uma alface com maior teor de ácido fólico. Além da Embrapa, outras instituições já estão desenvolvendo pesquisas com plantas geneticamente modificadas que poderão se tornar vacinas, como é o caso da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que estuda variedades de alface com potencial para imunizar a população contra leishmaniose (doença crônica causada por protozoários). O Instituto Butantã também está em fase final de testes para o desenvolvimento de uma vacina contra os quatro sorotipos da dengue, enquanto a Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF) desenvolve um tipo de alface que poderá ajudar a imunizar contra hepatite B.

Por: Flavio Finardi Filho em 21-10-2016 | Categorias: Aplicações da Biotecnologia|Marcadores: , ,