Agricultura

/Agricultura

Dúvidas sobre transgênicos? A gente responde!

Navegar pelas Perguntas e Respostas



A biotecnologia tem contribuído para melhorar a qualidade de plantas e aumentar a produtividade agrícola, de forma sustentável e focada na conservação ambiental. Dessa forma, vem ajudando a produzir alimentos de maior valor nutritivo e espécies mais adaptadas a condições adversas de clima e solo, além de mais resistentes a pragas, doenças e pesticidas.

Ler Mais

Respondido por: Airton Vialta em 16-11-2016

Os transgênicos não são mais dependentes de petróleo que as culturas não GM. Pelo contrário, um dos maiores usos de combustíveis fósseis na agricultura destina-se ao maquinário, para controle mecânico de ervas daninhas. Além disso, técnicas como o plantio direto e sementes resistentes a insetos ajudam a reduzir o uso de petróleo e a emissão de CO2.

Ler Mais

Respondido por: Vasco Ariston de Carvalho Azevedo em 21-10-2016

Não. A coexistência entre diferentes métodos de produção é uma realidade no mundo há muitas décadas. Quando as sementes transgênicas foram cultivadas pela 1ª vez, em 1996, nos EUA, o convívio com orgânicos e não GM foi mantido. Para isso, é preciso que os agricultores trabalhem juntos na produção de alimentos e respeitem as práticas estabelecidas.

Ler Mais

Respondido por: Elibio Rech em 21-10-2016

Não, pelo contrário. A aplicação de defensivos caiu após a adoção de culturas transgênicas resistentes a insetos, como a do algodão. Essa queda economiza tempo e dinheiro, pois reduz a quantidade de produtos químicos usados e as vezes em que devem ser aplicados nos cultivos. Isso se traduz em benefícios à saúde do produtor e ao meio ambiente.

Ler Mais

Respondido por: Marcelo Menossi Teixeira em 21-10-2016

Não. Os produtores agrícolas fazem suas escolhas com base no que é melhor para suas propriedades e necessidades, na demanda do mercado e nas condições de cultivo locais. É importante destacar que o agricultor tem total direito de eleger o tipo de semente mais apropriado para a sua plantação.

Ler Mais

Respondido por: Marcelo Menossi Teixeira em 21-10-2016

Não. O mercado agrícola e de sementes brasileiro é bastante competitivo e, na prática, quem define qual semente será plantada são os próprios agricultores, que têm liberdade de escolha. Os produtores podem adquirir variedades com características incorporadas pela biotecnologia ou optar por usar sementes não transgênicas.

Ler Mais

Respondido por: Marcelo Menossi Teixeira em 21-10-2016