Laranja(B)300x200O Brasil avança nas pesquisas para produção das primeiras variedades geneticamente modificadas de frutas cítricas. Na cidade de Ibaté, no interior de São Paulo, os cientistas iniciariam os testes com o plantio de 650 mudas de laranjeiras transgênicas resistentes a pragas. De acordo com os pesquisadores, as plantas são derivadas de 40 ramos de laranja importados da Espanha, que antes de serem testados no campo passaram por rigorosos critérios de avaliação da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) – instância colegiada responsável pela regulação e liberação de organismos geneticamente modificados (OGM) no País.

“As laranjas transgênicas são tolerantes à ação de pragas, como a mosca de frutas e a pinta preta, e a doenças como o cancro cítrico”, comentou Nelson Arno Wulff, pesquisador da Fundecitrus, fundação de pesquisa que é uma das responsáveis pelo desenvolvimento da variedade. “Ainda é necessário que as plantas cresçam e floresçam para que elas possam ser testadas em situações reais, como sol, chuva, seca e sob outras condições também”, completou Wulff. A expectativa é que as primeiras laranjas transgênicas surjam em aproximadamente dois anos e meio.

Fonte: Fundecitrus – Março de 2013