Batata(A)300x200Cientistas argentinos desenvolveram variedades geneticamente modificadas (GM) de batatas que são resistentes ao vírus PVY, causador de má formação de folhas e que prejudica o rendimento da cultura de 20 a 80%. De acordo com o doutor Fernando Bravo Almonacid, do Instituto de Pesquisa em Engenharia Genética e Biologia Molecular (INGEBI), duas mil plantas – transgênicas e não transgênicas – passaram por diferentes testes ao longo de seis anos. As plantas são de linhagens distintas, oriundas das províncias de Córdoba, Mendoza e Buenos Aires.

Segundo Almonacid, que também liderou a pesquisa, os resultados dos testes mostraram que as plantas GM não foram infectadas pelo vírus, enquanto que as variedades convencionais apresentaram quadro de infecção elevado. Os estudos foram supervisionados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca da Argentina e, ainda de acordo com os pesquisadores, beneficiará primeiro aos pequenos produtores, que são os principais afetados por infestações de pragas.

Fonte: Agrobio – Agosto de 2013