impacto socioeconômico

/Marcador:impacto socioeconômico

Argentina ganha US$ 20 bi com biotecnologia na última década

Desde a introdução do primeiro cultivo geneticamente modificado (GM), em 1996, com a soja tolerante ao herbicida glifosato, a Argentina se transformou no segundo produtor mundial de transgênicos, atrás apenas dos Estados Unidos. Atualmente, com o acréscimo do milho e do algodão GM resistentes a insetos, são […]

03/01/2007|Categorias: Notícias|Marcadores: , |

A agricultura familiar e a biotecnologia como contribuição para o avanço social e econômico

A introdução de tecnologias na agricultura familiar poderá ser um instrumento fundamental e decisivo para a contínua e mais eficiente participação deste importante setor do agronegócio no desenvolvimento social e econômico do Brasil.