O gabinete da Gene Technology Regulator (OGTR) na Austrália preparou uma licença para a Commonwealth Scientific and Industrial Research Organization para um teste de produção do algodão GM. O produto expressa uma proteína inseticida que combate as lagartas, pragas do algodão.

O objetivo é testar a efetividade da proteína produzida pela introdução do gene e a possibilidade de produzir sementes para futuros testes, que devem começar ainda este ano, durante a safra de algodão.

Veja também a matéria completa: clique aqui.