Cerca de 40% de 25 alimentos testados em supermercados de South Wales e Yorkshire, no País de Gales, contêm ingredientes geneticamente modificados. Os produtos foram testados por um método denominado Elisa, para detectar proteínas GMs. Os 25 alimentos continham soja e dez deles registraram conter também ingredientes GMs.
Segundo o estudo, concluído no verão de 2003, o resultado foi uma ´´surpresa´´, já que oito de dez alimentos que deram positivo para ingredientes GMs tinham rótulo indicando ´´GM free´´ ou ´´orgânico´´, e ambos os rótulos significam ausência total de ingredientes geneticamente modificados.
A soja, diz o estudo, é um ingrediente-chave para muitos alimentos orgânicos, considerados saudáveis, e é especialmente importante na dieta de muitos vegetarianos.
Denis Murphy, professor-chefe da equipe que conduziu o estudo, disse que a maior parte da soja produzida atualmente no mundo é de variedade GM. ´´Aqui, nossa soja é quase toda importada dos EUA, onde 80% é GM; da Argentina, onde 95% é GM; e do Brasil, com um índice de 30% GM, e em ascensão´´.