A Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Alimentos da Argentina outorgou a primeira permissão para a liberação no meio ambiente um evento transgênico animal no país: bovinos que carregam o gene do hormônio de crescimento humano, desenvolvido pela empresa Argentina Biosidus.
O secretário Miguel Campos assinou a resolução em um ato, que, dada a importância da ocasião, foi realizado na Casa Rosada, com a presença do Presidente da República. Desta forma, a Argentina reafirmou sua política governamental em favor do desenvolvimento nacional da biotecnologia e sua implantação efetiva. O país entende que a biossegurança é uma matéria que garante o uso adequado da tecnologia para o desenvolvimento e bem estar da população.

É importante destacar as características precisas desta permissão, já que ela consiste de uma autorização para o meio ambiente agropecuário sob condições estritamente controladas, de um número limitado de animais transgênicos.
O documento proíbe explicitamente a entrada destes animais na cadeia alimentar de produtos derivados destes animais, e não constitui uma autorização para o uso farmacêutico do produto, que corresponde à outras autoridades competentes da matéria.

Fonte: Oficina de Biotecnología- SAGPyA 19 de dezembro de 2005