A maioria dos canadenses apóia o uso da biotecnologia, segundo uma recente pesquisa de opinião pública realizada naquele país pela empresa Earnscliffe, especialmente se a aplicação estiver relacionada à área da saúde. Oito de cada 10 habitantes do Canadá gostariam que a nação fosse uma líder mundial nesse campo, diz o estudo.
Embora indique uma certa controvérsia em relação a algumas questões ligadas ao assunto, como a clonagem de animais, o levantamento evidenciou que três quartos dos canadenses aprovam a modificação genética de plantas para torná-las mais resistentes às pestes e 72% concordam com o emprego de microrganismos para limpar o meio ambiente.