O arroz é uma fonte pobre de micronutrientes e vitaminas, incluindo os folatos (vitamina B9). Nos países onde o arroz é base da dieta, cerca de 3 milhões de pessoas tem 80% das calorias diárias provindas desse alimento. A carência de folato é pronunciada em países em desenvolvimento, onde sua deficiência resulta em malformação do tubo neural nos bebês e anemia megaloblástica (glóbulos vermelhos imaturos e sem função na medula óssea) em adultos.

Pensando nisso, um grupo de pesquisadores desenvolveu uma possível solução para o baixo nível de folato. Uma equipe de cientistas da Universidade de Ghent, na Bélgica, produziu linhagens de arroz enriquecido com folato por meio da introdução dos genes da planta Arabidopsis que codificam as enzimas GTPCHI e ADCS, responsáveis pela síntese de folato. As plantas de arroz transgênicas resultantes foram morfologicamente iguais e com igual capacidade de produção de sementes em comparação às não transgênicas. O trabalho foi publicado na revista Nature Biotechnology.

FONTE: Folate fortification of rice by metabolic engineering Sergei Storozhenko, Veerle De Brouwer, Maarten Volckaert1, Oscar Navarrete, Dieter Blancquaert, Guo-Fang Zhang, Willy Lambert & Dominique Van Der Straeten. Brief Communications, Nature Biotechnology, 14 de outubro de 2007.