Benefícios incluem redução no uso de pesticidas, combustíveis e melhora no sistema de produção

A adoção da variedade geneticamente modificada (GM) de canola tolerante a herbicida pela Austrália Ocidental (um estado da Austrália) fez com que a área plantada no país aumentasse mais de três vezes, afirma a Federação Australiana de Sementes Oleoginosas (AOF, na sigla em inglês).

Apesar de estar sendo cultivada na região há apenas um ano, o estado já representa mais de 50% da área plantada de canola do país. A previsão é de que aproximadamente 73 mil hectares de canola GM sejam plantados na Austrália Ocidental, do total de 133 mil hectares (que também incluem as produções GM em Victoria e Nova Gales do Sul).

De acordo com a AOF, as estimativas de junho apontam que a planta transgênica representa 8% de um total de 1,61 milhão de hectares plantados em todo o país. Os benefícios trazidos pela tecnologia incluem melhora no comércio de sementes e no sistema de produção, redução na utilização de combustíveis e no uso de herbicidas residuais.

Fonte: Farmonline – Julho de 2010