Os agricultores australianos terão, em pouco tempo, autorização para plantar canola geneticamente modificada. O Commonwealth, órgão regulador da tecnologia genética, deu sinal verde para que a planta seja cultivada nos campos do país.

A regulamentação é de acesso público e será debatida quanto à comercialização da canola GM das plantações da Bayer Cropscience. Este processo deve levar oito semanas. “A canola GM não oferece mais riscos do que a convencional para alimentação humana e para o meio ambiente”, disse a cientista Sue Meek, responsável pela elaboração da regulamentação. A Victorian Farmes Federation já expressou sua positiva expectativa de que a canola GM possa ser produzida ainda este ano.

Confira a matéria na íntegra, em inglês.