A primeira versão de uma estrutura regulatória dos produtos GM em Botsuana será terminada no final deste ano. O coordenador da National Bio-safety, o cientista Mmasera Manthe-Tsuaneng, disse nesta semana que a estrutura poderá ser completada após a primeira fase de elaboração que envolve pesquisas e entrevistas.

Em geral, o povo africano tem pouco conhecimento sobre a engenharia genética, mas o comitê da Bio-safety está começando uma campanha pública de esclarecimento. Tsuaneng disse que o público só poderá conhecer de fato a tecnologia quando as questões lhe forem levadas de forma simplificada.