O Conselho de Canola do Canadá divulgou um relatório intitulado Gerenciamento de canola com tolerância induzida na lavoura (HerbicideTolerant Volunteer Canola Management in Subsequent Crops), que confirma os benefícios ambientais e econômicos aos produtores que cultivam variedades transgênicas de canola tolerante a herbicidas. O estudo inclui análises de três anos de pesquisas com 350 produtores do leste do Canadá, que afirmaram que o plantio da canola tolerante a herbicidas resulta em lucros de US$ 11,80 por acre.

O estudo analisou as culturas dos três tipos da oleaginosa aprovada no país: a canola Roundup Ready®, da Monsanto, geneticamente modificada tolerante ao glifosato; Liberty Link®/InVigor®, da Bayer, tolerante ao glufosinato; e Clearfield®, da Basf, melhorada convencionalmente, tolerante à imadizolinona e concluiu que elas possibilitam maior facilidade de manejo, além de maior produtividade e redução do uso de herbicidas.

Fonte: Agrolink