Diante do alarme internacional provocado pela gripe aviária, cientistas chineses do departamento de Biofísica da Academia Chinesa de Ciências estudam a modificação genética de frangos para que nasçam já imunes a essa doença.

A Academia começou os estudos relacionados, paralelos aos de busca de vacinas contra o vírus do tipo H5N1 e antibióticos, segundo uma informação publicada no Beijing Youth Daily, um dos principais jornais do Estado.

Os pesquisadores já obtiveram uma técnica de modificação genética que, intervindo no ácido ribonucleico (RNA), conseguiram que ratos com os quais se experimentou desenvolvam um organismo que impede o vírus da gripe aviária de replicar.

Tang Hong, um dos chefes do projeto de pesquisa, admitiu que o desenvolvimento genético de frangos à prova de gripe aviária é uma longa tarefa que poderia durar anos, mas que, se tiver sucesso, poderia controlar a extensão da epidemia.

Fonte: Portal Terra e Agência EFE