O potencial das plantas obtidas por biotecnologia no futuro é muito mais do que um extenso uso em plantações para combate a pragas. Segundo o professor de entomologia da Universidade de Cornell, A.M. Shelton, plantas serão desenvolvidas para produção na área médica, como recursos de energia, para fabricar adesivos, plásticos e lubrificantes.

O cientista salienta que os consumidores ainda vão ver plantas que serão modificadas para aumentar benefícios à saúde como maiores doses de vitaminas e minerais essenciais.

Clique aqui para ler a matéria completa, em inglês.