Há pelo menos 17 anos, cientistas brasileiros vêem trabalhando em um programa de melhoramento do café. Mas agora chegaram a um café naturalmente sem cafeína. O estudo chegou a ser publicado na revista Nature. Segundo o professor do Instituto de Biologia da Universidade de Campinas (Unicamp), Paulo Mazzafera, um dos responsáveis pela descoberta, mais de 10 mil plantas foram testadas até se chegar ao café descafeinado natural.
A planta do café descafeinado é selvagem. É filha de uma semente coletada na Etiópia, região originária do café. Em 1994, uma expedição coletou material selvagem de café na Etiópia e o plantou no Instituto Agronômico de Campinas.
O valor econômico da planta é grande. No entanto, a legislação brasileira proíbe que qualquer organismo vivo seja patenteado. O máximo que o Brasil conseguiu, segundo Mazzafera, é fazer parte de um acordo internacional para que no período de um ano ninguém possa patentear essa nova planta em lugar nenhum do mundo.
Fonte: Nature