Cupins causam mais de US$ 1 bilhão em danos todos os anos nos Estados Unidos, apesar da gama de técnicas de controle de pragas disponíveis. Recentemente, uma equipe de cientistas da Universidade da Flórida encontrou uma forma de combater essa praga da madeira atacando seus próprios genes.

“A tendência no controle de insetos é encontrar métodos que eliminam o inseto em questão sem afetar o meio ambiente”, disse Michael Scharf, principal autor do estudo. “O que poderia ser mais específico do que os próprios genes do inseto? questiona o pesquisador”.

Usando a técnica conhecida como RNA de interferência, um método de silenciamento da expressão gênica por meio da inserção seqüências curtas de ácido ribonucléico (RNA) em um gene essencial para a reprodução dos cupins, a equipe desenvolveu o “pesticida genético” que, quando consumido pelos insetos, faz com que eles sofram severas deformações.

 

FONTE: Isaaa – 30 de maio de 2008