Os organismos geneticamente modificados têm sido apontados como um recurso dos mais importantes no combate à fome no mundo. Cientistas de vários países crêem nessa função e, agora, vem da Itália a mais nova declaração de apoio aos OGMs nesse sentido. Pesquisadores italianos, num debate organizado pela Regina Apostolorum Athenaeum, em colaboração com o Ministério do Meio Ambiente italiano, defenderam os OGMs e ridicularizaram a disseminada idéia de que esses produtos são arriscados à saúde. “Novos vegetais geneticamente modificados são uma grande oportunidade para proteger o meio ambiente e para o crescimento dos recursos de alimentação”, disse o diretor geral do Ministério italiano do Meio Ambiente, ressaltando que, nas plantações de soja, algodão e milho, o uso de pesticidas foi drasticamente reduzido, enquanto a produtividade cresceu.

http://www.isaaa.org/kc/CBTNews/2002_Issues/Dec/CBT_Dec_5.htm#italian