A conjunção entre plantações de transgênicos e convencionais pode contribuir para uma agricultura mais econômica, sustentável, produtiva e suficientemente segura. Essa foi a conclusão de três cientistas da Nova Zelândia – Anthony Conner, Travis Glare e Jan-Peter Nap – após terem examinado 250 publicações que tratam sobre vários aspectos do impacto das plantações GM. Os temas levantados foram, entre outros, impacto ecológico, no meio ambiente, efeitos na biodiversidade e presença de material transgênico em outros produtos.

Os cientistas divulgaram seus relatos na reportagem intitulada The Release of Genetically Modified Crops into the Environment: Overview of Ecological Risk Assessment”, publicado em janeiro pelo Plant Journal. Entre as outras conclusões tiradas pelos especialistas está que o impacto identificado dos GMs é muito similar ao causado por plantações tradicionais e tem sido parte integrante da agricultura por muitos anos. “Conseqüentemente, os riscos ao meio ambiente ou ecossistemas são OS MESMOS verificados no crescimento, processamento e consumo de novos cultivos dentro da agricultura tradicional”.

Leia a matéria na íntegra.