A Texas A&M University System e a proCane LLC (subsidiária da Ecor Corp. of Sedona, Ariz) assinaram acordo de parceria para produzir proteínas na cana-de-açúcar para fins farmacêuticos. Chamadas de proteínas recombinantes, são muito utilizadas em produtos farmacêuticos, alimentos e no processo de industrialização do papel. Até agora, a maioria dessas proteínas era derivada de animais.

Utilizando a cana-de-açúcar, a expectativa é que tais proteínas tenham menor custo de produção, de acordo com o Texas Agricultural Experiment Station, que desenvolveu o processo. Segundo o virologista e biólogo molecular, Erik Mirkov, além do menor custo, os objetivos são aumentar a capacidade mundial de produção e eliminar o risco da transmissão de patógenos de animais para humanos.

Fonte: Delta Farm Press / 1 August 2003