Além disso, também foram aprovadas variedades de milho GM para alimentação animal, importação e processamento.

A Comissão Europeia aprovou nesta semana o cultivo da variedade de batata Amflora, geneticamente modificada (GM) para conter alto teor de amilopectina, substância de aplicação na indústria, especialmente na manufatura de papéis e adesivos. A batata e seus derivados ainda receberam sinal verde para consumo animal.

Trata-se da primeira aprovação para cultivo na União Europeia desde 1998. Juntamente com a batata, agora são três eventos aprovados para comercialização, sendo, os outros dois, uma soja tolerante a herbicida e um milho resistente a insetos.

Além disso, a comissão ainda aprovou três variedades de milho GM para alimentação animal, importação e processamento: MON 863 x MON810 (resistente a coleópteras e à broca europeia do colmo); MON863 x NK603 (resistente a coleópteras e tolerante ao herbicida glifosato) e MON863 x MON810 x NK603 (resistente a coleópteras e à broca europeia do colmo e tolerante ao herbicida glifosato). Nenhuma das variedades é ainda aprovada no Brasil.

Fonte: Portal União Europeia – 2 de março de 2010