Philippe Busquim, da EU Research Comissioner, disse, em seminário na Holanda, que há necessidade de uma nova maneira de encarar e lidar com os desafios existentes e emergentes na política de agricultura.

Segundo ele, há 7 milhões de agricultores na Europa e que no Leste europeu se produz apenas 11% do total produzido no Oeste, o que significa que grandes mudanças precisam acontecer naquela região na estrutura relativa à agricultura nas próximas décadas.

E mais: a União Européia precisa abraçar as novas tecnologias, caso do alimento geneticamente modificado, se não quiser perder grandes oportunidades de aumentar sua eficiência na produção de alimentos.

Clique aqui para ler o documento original.