Relatório resultante da 58.ª Conferência Geral da Secretaria Geral das Nações Unidas, intitulado Impacto das Novas Biotecnologias, relata que a tecnologia é uma oportunidade única para países desenvolvidos e em desenvolvimento e grandes e pequenas empresas. É interesse da humanidade que as aplicações da biotecnologia sejam estendidas amplamente, segundo o relatório.

Conforme o documento, os países em desenvolvimento deverão continuar a avançar nas pesquisas e desenvolvimento da biotecnologia para não ficar para trás. O custo desse retrocesso, diz o relatório, pode ser bem maior que do que aquele necessário para torná-los agentes dos benefícios da biotecnologia.

Clique aqui para ler a notícia completa.