A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) autorizou a liberação comercial de uma nova vacina geneticamente modificada de uso veterinário. Os membros da CTNBio deram sinal verde à comercialização da vacina contra a circovirose suína.

O vírus da doença causa infecções agudas em leitões durante a fase de crescimento. Os animais têm o peso reduzido, diarréia e infecções. O processo começou a tramitar na CTNBio em setembro de 2007.

Fonte: Valor Econômico –20 de junho de 2008