Um grupo internacional de pesquisadores decifrou a seqüência completa do genoma do nematóide das galhas (Meloidogyne incógnita). O nematóide, parasita de muitos cultivos, incluindo tomate, algodão e café, é responsável por perdas agrícolas globais que, só nos Estados Unidos, chegam a US$150 bilhões de dólares anuais.

O seqüenciamento do genoma proporcionará aos pesquisadores novas perspectivas sobre as adaptações requeridas pelos nematóides para um parasitismo bem-sucedido, enganando os mecanismos de defesa das plantas.

O genoma do nematóide foi seqüenciado utilizando um método de shot-gun, por meio do qual grandes quantidades de DNA, eventualmente todo o genoma de um organismo, é analisado simultaneamente. Foram identificados 19.212 genes codificantes de proteínas, 69% dos quais têm seqüências quase idênticas umas as outras.

Além disso, o nematóide das galhas tem um conjunto inédito de 61 enzimas que degradam paredes celulares vegetais, que podem ter sido obtidos por meio de transferência gênica horizontal, processo importante na evolução e para variabilidade genética, no qual um organismo transfere material genético para outra célula que não é sua descendente, a partir de múltiplas fontes bacterianas.

Os cientistas ainda pretendem investigar mais a fundo tais genes, pois acreditam que sejam prováveis alvos para novas estratégias de intervenção.

Leia o artigo completo publicado pela Nature Biotechnology clicando em Nature.

FONTE: Isaaa – 1º de agosto de 2008