A revista American Journal of Human Genetics publicou a descoberta de um novo gene relacionado ao mal de Parkinson. O gene, nomeado GIGYF2, foi identificado em pessoas que têm um histórico dessa doença na família. Mutações nesse gene parecem, até o momento, estar diretamente ligadas ao desenvolvimento dos sintomas do mal de Parkinson. Cientistas do Warren Alpert Medical School of Brown University e colaboradores da Itália e da França testaram 249 pacientes e seus parentes que também tinham a doença e compararam seus DNA´s com 200 indivíduos saudáveis.

Utilizando seqüenciamento gênico e outras técnicas moleculares, os pesquisadores detectaram sete diferentes mutações em 5% dos pacientes que, coincidentemente, estavam também presentes em seus familiares. Infelizmente, a comunidade científica ainda desconhece a causa ou a cura para a doença de Parkinson, apenas alguns genes são conhecidos e estão relacionados a ela, de onde se conclui que menos de ¼ dos casos da doença são hereditários.

Entretanto, Dr. Robert Smith, um dos autores da reportagem, acredita que essa descoberta pode ter um impacto significativo do desenvolvimento de tratamentos ou da cura. Os pesquisadores também encontraram evidências de que a diabetes e/ou níveis de insulina e do fator de crescimento semelhante à insulina (IGF) estão ligados a doenças neurodegenerativas.

Fonte: About.com – 21 de março de 2008