A especialista em segurança alimentar, Mary Lin Ching, de Denver nos EUA, diz que os alimentos melhorados pela biotecnologia disponíveis no mercado mundial estão entre os mais rigorosamente avaliados sendo, portanto, seguros para o consumo. Segundo ela, passadas duas décadas desde o início das pesquisas sobre alimentos geneticamente modificados nos Estados Unidos, nenhuma reação alérgica ou mesmo doença foi atribuída ao consumo de alimentos derivados da biotecnologia, afirmações corroboradas por centenas de estudos que avaliam e atestam a segurança alimentar dos mesmos. Leia mais no seguinte endereço eletrônico: Leia texto original em inglês.