Uma equipe de cientistas da Universidade da Califórnia (EUA) identificou duas enzimas vegetais responsáveis pelo fechamento dos poros das folhas, os estomas, em resposta a altas concentrações de dióxido de carbono (CO2). Os estomas, às vezes, precisam ser abertos para a entrada de CO2, necessário na fotossíntese. No entanto, fechados, conservam a água nas folhas. A descoberta pode ser útil no desenvolvimento de plantas que utilizem a água com mais eficiência, segundo os autores do artigo.

“Muitas plantas fornecem uma resposta fraca ao CO2. Com o aumento de CO2 na atmosfera devido à era industrial, muitas plantas não respondem a isso, e não estão reduzindo seus poros e, assim, estão perdendo menos água”. Pode ser que com estas enzimas se consiga aumentar a eficiência de utilização da água pelas plantas enquanto usam o CO2 para a fotossíntese.

Os dados, segundo ele, sugerem que a resposta ao CO2 pode ser potencializada. A adição de cópias adicionais dos genes destas duas enzimas seria o caminho para isso.

Artigo original em: US San Diego ucsdnews.ucsd.edu/newsrel/science/12-09Stomata.asp

Fonte: Meridian Institute – 8 de janeiro de 2010