Um consórcio internacional de pesquisa anunciou ter completado o primeiro rascunho do genoma da mandioca, um passo importante para o desenvolvimento e melhoria de culturas de subsistência. A equipe é liderada por pesquisadores da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos.

A mandioca é um alimento básico para mais de 750 milhões de pessoas, principalmente de países em desenvolvimento. É uma cultura robusta, capaz de se desenvolver em diversas condições ambientais, inclusive seca. No entanto, está sujeita a várias doenças, como o apodrecimento causado pelo vírus, que recentemente ameaçou a segurança alimentar em algumas partes da África.

O projeto de sequenciamento da mandioca iniciou-se em 2003, mas foi impulsionado no começo deste ano com a promessa de recursos feita por uma instituição americana para acelerar o sequenciamento do seu DNA. Mais de 61 milhões de leituras de sequências foram geradas e montadas neste rascunho e, de acordo com os cientistas, constituem 95% do genoma da mandioca.A sequência genômica está disponível no link: http://www.phytozome.net/cassava

Fonte: http://www.danforthcenter.org/ newsmedia/NewsDetail.asp?nid=182 – 13/11/2009