O Federal Drug Administration (FDA), órgão que regula medicamentos e alimentos nos Estados Unidos, liberou o primeiro estudo mundial de terapia com células-tronco embrionárias humanas. A Geron Corporation, companhia de biotecnologia americana, vai aplicar as células-tronco em voluntários que sofreram danos graves na medula espinhal.

Além de testar a segurança do procedimento, os médicos têm como objetivo alcançar melhorias físicas nos pacientes, como a volta da sensibilidade ou a recuperação de movimento de pernas e braço.

A aprovação do FDA chega cerca de dez anos após a criação da primeira linhagem de células-tronco embrionárias na Universidade de Wisconsin.

Fonte: O Estado de S. Paulo-SP – 25 de janeiro de 2009