Uma edição especial do Eurobarômetro – a respeito da percepção dos europeus sobre agricultura – revela que 77% dos entrevistados acham que produtores deveriam fazer uso da biotecnologia para combater o avanço das mudanças climáticas.

Segundo o relatório, divulgado em abril, a maioria dos europeus (90%) acredita que a agricultura é uma das principais questões na discussão do futuro do planeta. Além do aspecto sustentável, há também o lado econômico. Aproximadamente três quartos dos europeus acreditam que o advento da biotecnologia no campo faria com que os produtores locais fossem mais competitivos.

Desde 1973, o Eurobarômetro registra, por meio de uma série de pesquisas feitas regularmente por solicitação da Comissão Europeia, a opinião pública nos 27 países membros. O relatório de março de 2010 entrevistou 26.761 pessoas entre os meses de novembro e dezembro de 2009. Os resultados são publicados pela Unidade de Pesquisa e Análises Políticas da Diretoria Geral de Comunicação da Comissão Europeia.

Entre as pessoas consultadas, 82% acreditam que a União Europeia precisa ajudar os agricultores a mudar seu método de trabalho e, assim, poder encarar os desafios da agricultura do futuro. Já 77% crê que a agricultura sofrerá muito nos próximos anos e que os produtores precisarão adotar outras formas de cultivo.

Assim, segundo o Eurobarômetro, as prioridades europeias seriam: qualidade dos produtos agrícolas (59%), preços razoáveis (49%), proteção ao meio ambiente (41%) e garantia do padrão de vida dos agricultores (41%).

Fonte: European Comission – Abril de 2010