O fim dos cinco anos da moratória dos alimentos GM na Europa, representado pela aprovação a uma importação de milho doce GM solicitada pela Syngenta, terá efeitos positivos no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC). É o que espera o irlandês David Byrne, comissário de saúde da UE, explicando que os EUA, liderando 12 países, vinham acusando a Europa de retardar a elaboração de regras próprias para adoção da biotecnologia na agricultura. A aprovação à importação do milho doce GM veio após a União Européia concordar em elaborar novas leis sobre rotulagem dos alimentos GM.
Fonte: CheckBiotech