O ecologista e um dos fundadores do movimento ambientalista Greenpeace, Patrick Moore, conclamou, em entrevista ao jornal filipino “Philippine Star”, os países em desenvolvimento a “seguir em diante e utilizar a biotecnologia na agricultura”, pois segundo ele essa tecnologia pode ajudar os agricultores a “colher mais alimentos por hectare”. Além de destacar os benefícios sociais e ambientais da adoção de transgênicos na agricultura, Moore instruiu o público a permanecer atento às “informações errôneas e táticas de amedrontamento” utilizadas contra a biotecnologia. “Quando as pessoas são corretamente informadas, elas percebem que os benefícios compensam qualquer risco hipotético”, disse. De acordo com o jornal “Philippine Star”, as declarações do fundador do Greenpeace representaram um grande revés para a campanha de US$ 175 milhões, encabeçada pelo Greenpeace, contra o cultivo de transgênicos na Europa. Em março de 2001, Moore juntou-se a mais de 3 mil cientistas mundiais para assinatura da “Declaração de Apoio à Biotecnologia Agrícola”. Moore trabalha agora como consultor ambiental. A íntegra da entrevista de Patrick Moore ao jornal “Philippine Star” pode ser encontrada na Internet , no endereço http://www.philstar.com/philstar/search_content.asp?article=89611. A biografia e detalhes sobre as atividades atuais de Patrick Moore estão disponíveis no site http://www.greenspirit.com