Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Ciências Agrárias da Suécia e do Instituto de pesquisa Lerner, em Ohio (EUA) desenvolveu o grão-de-bico geneticamente modificado (GM) a fim de tolerar o ataque de pulgões. Por meio da expressão de um gene de alho que codifica um açúcar, são inibidas as proteínas do tubo digestivo desses insetos sugadores, impedindo o ataque às plantas.

Um dos principais produtores de grão-de-bico, a Índia tem graves perdas de produção desse cultivo devido a pragas e doenças.  As pragas mais recorrentes são a larva da traça Helicoverpa armigera, o curculionídeo Sitona lineatus e o pulgão Aphis craccivora.

Fonte: SpringerLink 17 de fevereiro de 2009