Cientistas australianos modificaram geneticamente a banana para que a fruta, rica em vitaminas, apresente também alto teor de ferro. O professor James Dale, que coordenou o projeto da Universidade de Tecnologia de Brisbane, estado de Queensland na Austrália, afirmou que a conquista faz parte de um programa de biotecnologia que visa compartilhar a descoberta com pesquisadores da Índia. Segundo Dale, “a escolha pelo nutriente se deu em virtude da alta taxa de deficiência de ferro entre os indianos, já que a dieta vegetariana pode ser carente desse mineral”.

O professor revela que a estratégia é aproveitar o fato de a Índia ser o país que mais cultiva banana no mundo. “Tudo o que é produzido lá é para consumo interno”, afirma. Investir na produção em larga escala de bananas geneticamente modificadas poderá contribuir para reduzir não só o número de mortes por anemia, como também as outras doenças consequentes da deficiência de ferro.

Espera-se que, após a fase inicial de quatro anos de pesquisa, sejam necessários mais cinco anos para que as frutas transgênicas estejam disponíveis para os agricultores.

Fonte: Universidade de Tecnologia de Brisbane – 09 de março de 2012