No intuito de reduzir a infestação do vírus da mancha anelar no fruto, uma empresa norte-americana assinou um acordo com a Universidade Agrícola de Tamil Nadu (TNAU) para transferir a tecnologia de combate ao vírus.

O presidente da empresa na Índia, Sekhar Natarajan, e o vice-chanceler da TNAU, C. Ramasamy, acertaram o acordo na presença do Ministro da Agricultura Indiano Sharad Pawar e do presidente do Serviço Internacional para Aquisição de Aplicações Biotecnológicas na Agricultura (ISAAA), Clive James.

A Índia produz, aproximadamente, 25 toneladas de mamão papaia por ano. O vírus da mancha anelar é considerada a pior praga que ataca o mamão, infectando as plantações durante todos os estágios do desenvolvimento da fruta.

Quando as plantas são infectadas no estágio da semente ou dentro de dois meses após a plantação, as árvores não produzem frutos maduros. Se as plantas forem atacadas mais tarde, a produção dos frutos é reduzida e sua qualidade cai devido às manchas anelares e à menor concentração de açúcar.

Fonte: Commodity online – 31 de outubro de 2007