S.R. Rao, cientista chefe e conselheiro do Departamento da Biotecnologia da Índia, afirmou que o crescimento obtido pelo país na área da biotecnologia nos últimos cinco anos é uma indicação que a Índia emergirá como um líder global em biotecnologia.

Em seu discurso durante a Segunda Conferência Nacional sobre Biotecnologia para o desenvolvimento industrial e rural na Universidade de Gulbarga, Dr. Rao afirmou que o governo, com o propósito de promover o país a líder mundial de biotecnologia, elaborou uma estratégia e um plano de ação com o documento “Estratégia Nacional de Desenvolvimento da Biotecnologia”.

Segundo ele, o governo deu a aprovação para a estratégia em outubro de 2007. A idéia era criar ferramentas e tecnologias direcionadas aos problemas da maior parcela da sociedade, proporcionando produtos e serviços a preços disponíveis, disse o cientista. Rao ainda falou que a estratégia força o desenvolvimento de uma indústria biotecnológica forte e difunde a capacidade tecnológica da indústria e biotecnológica, que é crítica para cumprir a visão.

A estratégia também foca em questões de desenvolvimento dos recursos humanos, modelos novos e variados para criação de inovação amigáveis ao microambiente, pesquisas e desenvolvimento de pequenas e médias empresas, novas maneiras de colaboração com as grandes companhias, estabelecimento de centros de excelência e de manejo da tecnologia, promoção do desenvolvimento de conjuntos regionais dinâmicos de biotecnologia, estabelecimento de parques biotecnológicos e incubadoras de empresas e constituições de novas instituições.

Ainda segundo Rao, maiores esforços foram aplicados para o progresso de setores como agricultura e biotecnologia de alimentos, biotecnologia industrial, biotecnologia médica, bioengenharia, nanobiotecnologia, bioinformática e informação tecnológica a serviço da biotecnologia, biorecursos, meio ambiente, propriedade intelectual e lei de patentes, cooperação internacional e reunião das necessidades básicas da sociedade.

Rao falou que, durante os últimos cinco anos, a indústria da biotecnologia indiana cresceu a uma taxa surpreendente de 40%, e que no período entre 2005 e 2006 o retorno anual sobre a indústria excedeu 1,5 bilhões de dólares. Este crescimento foi alcançado por meio de um contrato de pesquisa, manufatura, biogenética e inovação na produtiva, promovendo uma melhoria impressionante no desempenho do país durante a última década.

Fonte: Hindu – 14 de janeiro de 2008