O Comitê de Aprovação de Engenharia Genética da Índia (GEAC) recomendou a adoção de medidas para tornar mais ágeis os processos de avaliação dos transgênicos no País. A idéia principal consiste em analisar, ainda este ano, os pedidos de liberação comercial de produtos agrícolas geneticamente modificados (GMs), visando reduzir a quantidade de testes agronômicos e de biossegurança, conforme uma publicação do site Agrow.

Segundo o GEAC, a realização de extensivos experimentos de campo é desnecessária para variedades GMs que contenham eventos genéticos aprovados. Para todos os outros novos eventos, o Comitê defende os procedimentos completos de avaliação, incluindo um programa de monitoramento pós-liberação.

A escassez de recursos e infra-estrutura e os excessivos testes são os principais motivos sustentados pela entidade para justificar as mudanças.

Fonte: AGROW / July 2006