A Indonésia planeja usar sementes transgênicas para aumentar a produção de alimentos-bases, como arroz, soja e milho. A notícia traz depoimentos do especialista em biotecnologia Eri Sofari, do Ministério da Agricultura indonésio. Segundo o representante do ministério, a intenção do país é estimular o cultivo de grãos transgênicos para obter mais rendimentos. Para o especialista, as variedades transgênicas são necessárias para combater a falta de alimentos e a dependência externa, como no caso do arroz, do qual o país é o maior importador do sudeste da Ásia para abastecer a demanda da população interna (220 milhões). A pendência, de acordo com a matéria da Reuters, é a aprovação do projeto de lei que inclui investimento, avaliação e análise sobre o meio ambiente e em outros produtos e de um comitê de biossegurança que avaliaria as tecnologias caso a caso. Sofari afirmou que as sementes geneticamente modificadas seriam, em um primeiro momento, importadas de empresas de biotecnologia internacionais, mas garantiu que a pesquisa e a produção de sementes seriam conduzidas localmente.

Fonte: Agrolink – 19 de julho de 2008