Cientistas australianos estão trabalhando numa pesquisa que utiliza o leite do canguru para reforçar o leite produzido pela vaca e torná-lo mais nutritivo. O leite do canguru é de especial interesse dos pesquisadores porque o animal pode produzir três tipos distintos. O trabalho faz parte de um projeto maior, denominado Kangaroo Genome Project, que vai mapear a seqüência genética do animal.
“No futuro, esse gene poderia ser implantado na vaca para a produção de tipos especiais de leite”, disse o cientista da Australian National University, Jenny Graves. Ele explica que, entendendo os genes responsáveis pela produção do leite dentro e fora dos cangurus prenhes, os cientistas poderiam eventualmente incorporá-los no genoma da vaca, para conseguir um leite de alto poder nutritivo. “Posso ver potenciais aplicações, particularmente para os embriões muito pequenos, porque um embrião de canguru é quase do tamanho de uma ervilha quando nasce”, disse Graves.