Cientistas do Instituto para Pesquisa em Biomedicina (IRB Barcelona), o Programa Life Sciences do Centro de Supercomputação de Barcelona (BSC) e o Instituto Nacional para Bioinformática (INB) publicaram um “atlas” do comportamento dinâmico de proteínas no jornal Proceedings of the National Academy of Sciences.

As proteínas determinam a forma e a estrutura celulares e coordenam quase todos os processos vitais de uma célula. Todas as proteínas realizam suas funções de acordo com o mesmo processo – ligando-se a outras moléculas. Agora, os cientistas compilaram um mapa que mostra como as proteínas podem se mover dando forma aos complexos. Esta é uma ferramenta valiosa que irá ajudá-los a compreender as funções básicas das moléculas, mas também o que acontece quando elas funcionam incorretamente. Deste modo abrem-se enormes possibilidades para projeção de novos medicamentos.

Este é o primeiro estudo de um projeto científico maior, chamado MoDel (do inglês Molecular Dynamics Extended Library), que é ainda mais ambicioso. O “MoDel” tentará estabelecer a “quarta dimensão” para as estruturas protéicas fornecendo deste modo uma visão completa das possíveis conformações para todo o proteoma (a rede completa de interações das proteínas em uma célula), no tempo. Segundo Modesto Orozco – pesquisador chefe do grupo IRB em Barcelona e professor do Departamento de Bioquímica da Universidade de Barcelona – num futuro próximo um bioquímico compreenderá o comportamento de uma proteína, ou projetará uma droga que possa interagir com essa proteína, não tendo somente o conhecimento de uma única estrutura, mas de todo o repertório que ocorre espontaneamente em circunstâncias fisiológicas.

Fonte: IRB Barcelona – 9 de janeiro de 2007