Cientistas mapearam as proteínas do cromossomo 19 que podem estar ligadas a doenças

Os genes que compõem o genoma humano foram mapeados pela Human Genome Organisation (HUGO, na sigla em inglês) em 2001. Desde então, descobrimos que o estudo do gene que codifica informações ligadas a diferentes proteínas pode fornecer informação para desenvolver novos medicamentos.

Agora o projeto está se expandindo para a Human Proteome Organisation (HUPO, na sigla em inglês). No âmbito desta organização, centenas de pesquisadores ao redor do mundo irão trabalhar juntos para identificar as proteínas de diferentes genes que originam no corpo humano.

Dado que os genes de um ser humano possuem 46 cromossomos, pesquisadores da HUPO decidiram dividir-se em redes internacionais e assumirem cada um o seu cromossomo. Pesquisadores da Universidade de Lund, na Suécia, decidiram coordenar o mapeamento de todas as proteínas do cromossomo 19.

O seqüenciamento de todas as proteínas ligadas ao cromossomo 19 é o primeiro passo na pesquisa de novos medicamentos. A próxima etapa é extrair proteínas específicas de, por exemplo, pacientes com câncer. Na terceira fase, será verificado se algumas das proteínas do cromossomo 19 estão ligadas à doença.

Os resultados do trabalho serão publicados em um banco de dados, disponível tanto para pesquisadores industriais quanto para acadêmicos do mundo todo.

Fonte: Science Daily – 03 de fevereiro de 2011