Uma nova técnica estatística desenvolvida no Instituto de Tecnologia da Geórgia (EUA) poderá fornecer informações úteis a partir de uma amostra pequena de dados. O método, batizado de wavestrapping, se baseia nas wavelets, funções matemáticas que fazem reamostragem de dados, o que aumenta a confiabilidade das análises. O sistema terá aplicações em ciências geofísicas, bioinformática, imagens médicas e nanotecnologia, entre outras.