A Comissão Nacional para Riscos Sanitários do Ministério da Saúde do México (Confepris, na sigla em espanhol) emitiu na última sexta-feira, 22 de janeiro, autorizações sanitárias para o consumo humano de oito novos organismos geneticamente modificados (GM). São quatro milhos, dois algodões, uma soja e uma alfafa.

Das oito variedades, seis possuem mais de um evento inserido por meio de técnicas de biotecnologia. Apenas um milho e um algodão possuem um único gene. Entre os milhos aprovados, há um com quatro características.

Os pedidos foram protocolados em agosto de 2009, e, agora, aprovados com um diferencial importante sobre outras autorizações anteriores: pela primeira vez, as liberações são por tempo indeterminado. Ou seja, não precisam, necessariamente, ser renovadas para continuar válidas

Fonte: AgroBio México – 22 de janeiro de 2010