O governo da Grã-Bretanha está tendendo a aprovar o cultivo do milho GM fabricado pela Bayer –T25 Chardon LL tolerante ao glufosinato. “Não existe fato científico que justifique banir o cultivo de plantas GMs”, disse a secretária do Meio Ambiente, Margaret Beckett. Entretanto, uma decisão favorável do governo para o cultivo do milho GM não vai significar imediato plantio na Grã-Bretanha, segundo disse o porta-voz governamental, Julian Little. Será preciso, diz ele, elaborar um documento regulatório.

Tal documento deve obter aprovação para ser incluído na lista nacional de sementes, além de passar pelo crivo do órgão governamental Pesticide Safety Directorate and Advisory Committee on Pesticides. Segundo Little, falta também autorizar um plano de monitoramento pós-venda. Tais regras devem surgir em abril deste ano.

A iminente decisão favorável do governo britânico tornou-se possível após um relatório do Advisory Committee on Releases to the Environment (Acre), elaborado em janeiro deste ano. Esse documento, baseado nos resultados obtidos numa avaliação da atividade dos agricultores (FSEs – Agrow n.º 435), diz que se o milho GM está sendo cultivado conforme descrito nesse estudo, então não há perigos ao meio ambiente.

Fonte: Agrow –mar/2004.