O Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4) confirmou no último dia 5 a autorização para plantio e comercialização do milho geneticamente modificado Liberty Link, da empresa alemã Bayer CropScience. A decisão reverte uma liminar da justiça paranaense que suspendia a liberação comercial de variedades transgênicas previamente aprovadas pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança e pelo Conselho Nacional de Biossegurança. Agora, as sementes devem ser licenciadas e certificadas para que o plantio seja liberado.

Fonte: Gazeta do Povo – Curitiba – 06 de março de 2008